Por que a automação de processos é a chave para a inovação e como avançar nesse sentido?

franck-v-jIBMSMs4_kA-unsplash

*Traduzido do espanhol por Marua Salemi. Para acessar o original, clique aqui.

Todos sabemos que a inovar é essencial para o sucesso das organizações no mercado atual, em que é fundamental colocar o cliente no centro das decisões para oferecer produtos e serviços de valor em vez de propostas estanques. Por esse motivo as empresas que não focam em melhoria contínua e que não olham para os próprios processos com a intenção aperfeiçoá-los utilizando a tecnologia como aliada podem se tornar obsoletas e improdutivas a ponto de desaparecerem.

Portanto, considerando que a inovação está nas mãos das pessoas, é essencial que elas parem de investir tempo do dia de trabalho para tarefas rotineiras que não agregam valor, e passem a dedicar-se às ações que façam a diferença para a organização.

Para isso a resposta é simples: graças à automação de processos (RPA), os funcionários podem confiar na tecnologia para serem mais criativos. Dessa forma, as organizações não apenas ganham eficácia, diminuem os erros humanos e trabalham automaticamente 24 x 7, mas também avançam em seu processo de transformação digital, a fim de se posicionar melhor no mercado.

Embora as empresas estejam cientes do papel fundamental que a inovação deve ter e, nessa linha, setores como bancos estão mais à frente que outros, também existem muitos outros setores que estão em diferentes estágios de maturidade em relação à automação de processos. Existem muitos outros que ainda ignoram as vantagens de incorporar o RPA e quais são os benefícios que podem obter ao inovar, portanto, ficam paralisados ​​para tomar decisões e não sabem como avançar na gestão de mudança que deve ser feita dentro de casa no ritmo da automação de processos já que o papel dos colaboradores muda.

Diante desse contexto, e para ajudar empresas de todos os setores a avançar firmemente nesse caminho rumo à inovação e automação, na Softtek temos uma proposta chamada Innovation Lab as a Service, através do qual prestamos um serviço do começo ao fim, ajudando a repensar processos, inovar e incorporar tecnologias como RPA, para que possam concentrar-se em seus negócios. Fazemos isso por meio de uma iniciativa econômica que permite às empresas avaliarem diferentes alternativas usando nossa ferramenta FRIDA, projetada para acelerar a incorporação de tecnologias emergentes nas empresas. Nesse sentido, graças a inúmeros protótipos, podemos mostrar rapidamente aos executivos interessados ​​qual o impacto da automação de um ou vários processos de negócios. Para isso, também temos especialistas que analisam cada caso, visualizam sua escalabilidade e o retorno do investimento (ROI), pois as soluções funcionam inequivocamente para todos os casos.

Em resumo, com a ajuda da FRIDA e da iniciativa Lab as a Service, oferecemos uma solução do início ao fim, que inclui os custos de equipamentos, software e tarefas relacionadas ao suporte e manutenção realizados por especialistas. Tudo isso através de um sistema de pagamento mensal, sem cláusulas de saída e sem nenhum custo oculto.

Nesses momentos de mudanças tão disruptivas que estão relacionadas não apenas à incorporação de tecnologias, mas também à adoção de novos modelos de negócios e paradigmas ligados à maneira de trabalhar, fica claro que o pilar cultural é central nas organizações. Nesse sentido, e além dos medos gerados por qualquer instância de mudança, fica claro que o caminho é único para todos os setores: os funcionários devem se concentrar na geração de valor e permitir que a RPA lide com todos esses processos suscetíveis de ser automatizado