IoT para alavancar o agronegócio e alimentar o mundo

celia-sun-54300-unsplash

Conscientes da representatividade significativa do agronegócio nos resultados econômicos do país e da necessidade de abrir as portas para a tecnologia e fazer com que o Brasil se mantenha na vanguarda da produção com qualidade, uma multinacional alemã líder em tecnologia e serviços buscava um parceiro que atendesse às necessidades de seu Núcleo de Inovação para o desenvolvimento de uma Plataforma de Pecuária de Precisão que fosse capaz de apresentar diagnósticos completos tanto dos animais, individualmente, como da propriedade.

O objetivo principal da gigante alemã era oferecer aos seus clientes uma plataforma que facilite o controle do rebanho, otimize a produtividade, diminua as perdas e torne o negócio mais eficiente e rentável.

Como funciona a solução?

A plataforma combina os conceitos de IoT (Internet of Things), Hardware e Softwares embarcados em metodologia Agile e Análises Preditivas, em uma interface Web totalmente responsiva e reativa a partir de um padrão de arquitetura de microserviços altamente escalável e compatível com os conceitos de PaaS (Platform As a Service).

A identificação dos animais é feita por rádio frequência em UHF, o monitoramento do peso por meio de sensores que enviam automaticamente os dados à nuvem, além de uma unidade de processamento que garante a acuracidade das informações geradas.

A solução permite o monitoramento do rebanho em tempo real, desde qualquer lugar, pois a solução é mobile friendly, conjugada com a aplicação React, que faz a atualização constante das informações, assim como a tecnologia do Facebook, além do recebimento de alertas sempre que há alguma desconformidade relativa aos animais.

Com essas funcionalidades a produção animal passa a utilizar os recursos de forma mais consciente, eficiente e rentável.

Por que a Softtek foi escolhida para a parceria?

A utilização de um ambiente tecnológico altamente avançado e diferente dos tradicionais demandava um parceiro com potencial inovador, extremamente ágil e com expertise nas melhores práticas de engenharia de software, entendimento profundo das tecnologias e aspectos metodológicos, processuais e culturais da companhia, além da aplicação das melhores abordagens, como a união das metodologias ASSDP (Agile Softtek Software Development Process e SoS (Scrums of Scrums), já utilizadas pelo cliente, e do conceito de MVP (Minimum Viable Product), que muitas vezes implica em mudanças drásticas de tecnologias, arquitetura e prioridades no projeto.

Hoje a empresa provê uma parceria que gera valor aos pecuaristas, fornecendo uma infraestrutura capaz de apresentar informações e diagnósticos detalhados e assertivos do rebanho e do gado, onde o parceiro deixa de se basear na intuição, observação ou relatórios rasos, e passa a voltar sua atenção para o que realmente é necessário.