Softtek aponta Data Analytics como tendência em alta para 2023

Estudo da IDC estima que até 2025 a quantidade de novas informações geradas por ano deve ultrapassar a marca de 175 zettabytes, ou 175 trilhões de gigabytes

 

Milhões de dados são gerados a cada segundo, de diferentes tipos e através de fontes diversas, como redes sociais, web, call centers, sensores e outros.

Estudo da IDC (International Data Corporation) estima que, em 2025, a quantidade de novas informações geradas por ano deve ultrapassar a marca de 175 zettabytes, ou 175 trilhões de gigabytes. 

Não é à toa que os dados são considerados o novo tesouro digital, comparados até mesmo ao petróleo. Mas, para que estes dados tenham valor estratégico para o mercado, é preciso que sejam tratados e analisados, fornecendo uma visão global do negócio.

“Saber interpretar dados tornou-se um diferencial competitivo, e item de primeira necessidade. Por esse motivo, as empresas têm investido cada vez mais em soluções de análise de dados, ou Data Analytics. Através delas, é possível identificar padrões de comportamento e consumo, prever cenários e tomar decisões mais eficientes, embasadas em informações reais e confiáveis” explica Adriano Candido, da Softtek, diretor de Ofertas e Inovação na Softtek Brasil, multinacional mexicana líder no setor de TI na América Latina.

Análise estratégica

Na prática, Data Analytics nada mais é do que a disciplina de análise de dados que possibilita a revelação de tendências e métricas que podem impulsionar o negócio. Através dos insights extraídos, é possível aumentar a eficiência de um sistema empresarial, permitindo-lhe tomar melhores decisões estratégicas.

“Para aproveitar ao máximo as informações, são utilizados dispositivos que permitem analisar, a cada segundo, o que está acontecendo com o negócio. Dessa forma, é possível recalcular rotas e estratégias em tempo real”, explica o executivo.

Além da eficiência operacional e estratégica, a aplicação de Data Analytics pode contribuir, também, com a experiência do usuário ou cliente.

“Os insights gerados pelas ferramentas possibilitam a construção de soluções personalizadas com base no comportamento dos usuários, contribuindo para o negócio como um todo”, complementa Adriano.

Responsabilidade legal

Além do lado estratégico, as empresas devem atentar-se à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD). Em vigor no Brasil desde setembro de 2020, a lei regulamenta o recolhimento de dados pessoais, sendo eles toda informação capaz de identificar uma pessoa – além de RG, CPF, comprovantes de endereço ou fotos. Estão sujeitos à legislação quaisquer dados recolhidos por empresas via sistemas de reconhecimento facial, biometria, nota fiscal, e até e-mail corporativo.

Por isso, é recomendável investir em soluções robustas estáveis, que possibilitem os melhores benefícios, mantendo a conformidade e lisura do processo.

“Na Softtek, ajudamos nossos clientes a definir e implementar uma estratégia de exploração de dados de acordo com suas necessidades. Temos uma equipe com alto conhecimento setorial, e contamos com um serviço de análise avançado com as mais recentes tecnologias, ferramentas e técnicas da Data Science. As soluções de Data Analytics, desde que seguras e bem geridas, são ferramentas valiosas para os negócios, e podem e devem ser aproveitadas ao máximo”, conclui.

Sobre a Softtek

Fundada em 1982, a Softtek é uma empresa global de serviços de TI, considerada uma das maiores no setor com origem na América Latina. Com amplo portfólio de produtos e soluções que transformam os negócios, a Softtek ajuda as empresas da Global 2000 a evoluírem de maneira fluida e constante desde a concepção e construção até a execução de estratégias digitais. No Brasil, a empresa possui escritórios em São Paulo, Rio de Janeiro e Fortaleza.

Para mais informações sobre a Softtek, acesse https://www.softtek.com/pt/ ou siga @Softtek nas mídias sociais.